WMSA LOGÍSTICA

Blog sobre Logistica, Transporte e Armazenagem

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO

No custeio variável, todos os custos e despesas variáveis (inclusive as despesas de vendas
e administração) são deduzidas da Receita de Vendas, embora as despesas variáveis não
façam parte do custo do produto, resultando em Margem de Contribuição.
A margem de contribuição representa o valor que cobrirá os Custos e Despesas fixos da
empresa e proporcionará o lucro.
Fórmula: MC = RV – CV

MC = Margem de Contribuição

RV = Vendas Totais (receita)

CV = Custos Variáveis Total

Formula : MC/u = PV/u – CV/u

MC/u = Margem de Contribuição unitária

PV/u = Preço de Venda Unitário

CV/u = Custos Variável Unitário
Margem de Contribuição é um conceito de extrema importância para o custeio variável e
para a tomada de decisões gerenciais. Em termos de produtos, a margem de contribuição é
a diferença entre o preço de venda e a soma dos custos e despesas variáveis.
RELAÇÃO DE CUSTO / VOLUME / LUCRO
A relação custo/volume/lucro é a relação que o volume de vendas tem com os custos e lucros.
O planejamento do lucro exige uma compreensão das características dos custos e de seus
comportamentos em diferentes níveis operacionais.
A relação entre os custos e as receitas em diferentes níveis de atividades pode ser
representada gráfica ou algebricamente.
A demonstração de resultado do exercício reflete o lucro somente em determinado nível das
vendas, não se prestando à previsão de lucros em diferentes níveis de atividade.

PONTO DE EQUILÍBRIO
A empresa está no ponto de equilíbrio quando ela não tem lucro nem prejuízo; nesse ponto,
as receitas totais são iguais aos custos totais ou despesas totais.
RT = Receita Total
CT = Custo Total
CDT = Custos + Despesas Totais
CDF = Custos + Despesas Fixas Totais
CDV = Custos + Despesas Variáveis
PE(q) = Ponto de Equilíbrio em Quantidades.
Mcu = Margem de contribuição Unitária
PV = Preço de Venda da Unidade
Q = Quantidade
RT = CT
Pv x Q = CDV x CDF
Pv x Q – CDV x Q = CDF
Q (Pv – CDV) = CDF
PE (q) = CDF/ Mcu

PE (valor) = CDF/(Índice ( MC/PV))
A análise do Ponto de Equilíbrio é fundamental nas obrigações referentes a investimentos, nos planejamentos
de controle do lucro, no lançamento ou corte de produtos e para análise das alterações do preço de venda,
conforme o comportamento do mercado.

PONTO DE EQUILÍBRIO CONTÁBIL, ECONÔMICO E FINANCEIRO

PONTO DE EQUILÍBRIO CONTÁBIL (PEC):

O Ponto De Equilíbrio Contábil (PEC) É obtido quanto há volume
(monetário ou físico) suficiente para cobrir todos os custos e despesas fixas, ou seja, o ponto em que não há
lucro ou prejuízo contábil. É o ponto de igualdade entre a Receita Total e o Custo Total.

PEC= CDFT/MC
PONTO DE EQUILÍBRIO ECONÔMICO (PEE):

O Ponto De Equilíbrio Econômico (PEE) ocorre quando existe

lucro na empresa e este busca comparar o lucro da empresa em relação à taxa de atratividade que o mercado
financeiro oferece ao capital investido.

PEE= (CDFT + Custo de Oportunidade)/MC
PONTO DE EQUILÍBRIO FINANCEIRO (PEF):

O Ponto De Equilíbrio Financeiro (PEF) é representado pelo
volume de vendas necessárias para que a empresa possa cumprir com seus compromissos financeiros.
Nem todos os custos de produção representam desembolsos. Desta forma, os resultados contábeis e
econômicos não são iguais aos financeiros.

PEF = (CDFT – Despesas não Desembolsáveis)/Mcu

S E B R A E

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: